1. A madeira tratada aceita qualquer tipo de acabamento: verniz, tinta a óleo, stain , etc, porem nas peças utilizadas em arquitetura , sugerimos o lixamento com lixa de gramatura 60 ou mais fina e a aplicação de stain, que ao contrário do verniz não forma película, não descasca e penetra na madeira, ajudando ainda mais em sua conservação. Reaplique a cada dois anos ou quando achar necessário.
  2. Quando do lixamento das peças na obra, utilizar sempre mascara para poeira, para evitar a inalação do pó.
  3. Algumas peças podem vir com chapas anti-racha no topo da ponta mais fina, e se possível procure não retirá-las, elas evitam as possíveis fissuras e rachaduras causadas por tensões internas das fibras da madeira.
  4. Quando for necessário fazer cortes, entalhes e furações que atinjam o cerne da peça. Lembre-se sempre de proteger a parte seccionada com cupinicida / fungicida e/ou tinta asfáltica tipo neutrol, pois o cerne da mesma não é tratável e não deve ficar exposto; e nunca faça qualquer furação ou corte na parte que ficará enterrada, mesmo em caso de revestimento com concreto, pois esta é a parte da madeira aonde o tratamento original é indispensável. Nestes locais faça manutenção com cupinicida uma vez ao ano.
  5. Sempre informe ao vendedor sobre a real utilização da madeira, pois existem diversos “graus” de tratamento de acordo com o uso e classe de risco, e podemos lhe indicar a com melhor custo/benefício.
  6. Lembre-se que toda árvore, inclusive a de eucalipto, são ligeiramente cônicas; ou seja, a medida no “pé” tem sempre um ganho de diâmetro em relação a medida na “ponta”; esta conicidade é mais fácil de perceber em peças instaladas na horizontal, e menos notadas na vertical.
  7. Com alguns anos de uso, algumas peças podem vir apresentar algumas fissuras que não comprometem em nada o desempenho estrutural da peça, e podem ser resolvidos esteticamente se utilizando massa para madeira e lixamento, com aplicação prévia de cupinicida nas frestas e posterior aplicação do acabamento (stain, verniz, etc.)
  8. É normal a madeira conter alguns nós e alguma resina em alguns pontos.
  9. A madeira antes da sua utilização deve ser armazenada longe do contato com o solo, em local seco e ventilado.
  10. Para um efeito estético muito mais bonito, após a instalação das peças pelo carpinteiro, lave as mesmas com água e sabão, utilizando uma escova de cerdas plásticas duras e um pano úmido.